Parques temáticos, exposições, locações dos filmes e até mesmo lugares onde J.K. Rowling escreveu seus livros formam o roteiro de viagem perfeito para os “potterheads”

Os fãs de Harry Potter nunca deixarão de ser fãs de Harry Potter – não importa quanto tempo se passe desde o fim da série de livros, e mesmo da série de filmes (que rendeu o derivado Animais Fantásticos e Onde Habitam, agora a caminho do terceiro longa): prova disso são os milhares de visitantes que passam pelos parques temáticos da saga, localizados em Orlando, ou pela exposição permanente organizada pela Warner Bros em Londres. Você também é um “potterhead”? Então confira a lista abaixo: reunimos não só as atrações já citadas acima, mas também diversas áreas naturais e construções centenárias usadas nas gravações dos filmes da saga. Qual delas você mais gostaria de conhecer?

Harry Potter - The Wizarding World of Harry Potter

Warner Bros. Studios Tour: The Making of Harry Potter – Londres, Inglaterra

A atração é uma exposição permanente localizada dentro do estúdio Leavesden, da Warner Bros. Studios, e reúne instalações, objetos, figurinos e maquetes usadas nos filmes de Harry Potter – tudo organizado dentro de cenários que reproduzem fielmente os vistos nos longas, como o Salão Principal e a Sala Comunal da Grifinória. A estimativa é que um visitante leve de cinco a oito horas para ver tudo o que há lá dentro! A mostra permanente abriu em 2012, e recebe até 6 mil visitantes por dia.

Warner Bros. Studios Tour - The Making of Harry Potter

The Wizarding World of Harry Potter – Orlando, Flórida, Estados Unidos

Muita gente fala em visitar “o parque de Harry Potter” na cidade de Orlando, nos Estados Unidos – mas, na verdade, o que existe por lá são duas áreas temáticas, dentro dos parques Islands of Adventure e Universal Studios, os dois parte do complexo Universal Orlando Resort: as áreas reproduzem as locações de Hogsmeade + Hogwarts e do Beco Diagonal; com direito a atrações inspiradas nos filmes (como simuladores e montanhas-russas), cerveja amanteigada, lojas lotadas de produtos (varinhas, vestes de Hogwarts, sapos de chocolate) para deixar qualquer fã maluco – e até um dragão que cospe fogo de verdade.

The Wizarding World of Harry Potter

The Elephant House – Edimburgo, Escócia

Este pequeno café se tornou mundialmente famoso depois que J.K. Rowling revelou que foi ali que ela escreveu a maior parte de Harry Potter e a Pedra Filosofal, o primeiro livro da série. As paredes dos banheiros são cobertas de mensagens escritas pelos fãs da saga.

Harry Potter - The Elephant House

Hotel Balmoral – Edimburgo, Escócia

Se foi no Elephant House que a história de Harry Potter começou, foi aqui que ela terminou (pelo menos quando se trata dos sete livros da série principal): J.K. Rowling terminou de escrever Harry Potter e as Relíquias da Morte enquanto estava hospedada no hotel; e inclusive deixou uma nota escrita à mão e assinada, dizendo “Eu, J.K. Rowling, terminei o livro Harry Potter e as Relíquias da Morte neste quarto (652) em 11 de janeiro de 2007″.

Harry Potter - Balmoral Hotel

Castelo de Alnwick – Northumberland, Inglaterra

A estrutura original deste castelo foi construída em 1096 por ordem de Yves de Vescy, barão de Alnwick, para proteger o norte da Inglaterra de invasões escocesas. Nos filmes de Harry Potter, a construção – principalmente a parte exterior – virou Hogwarts, a escola de magia onde os bruxos britânicos estudam.

Harry Potter - Castelo de Alnwick

Abadia de Lacock – Lacock, Wiltshire, Inglaterra

Outro local que também foi usado para cenas de Hogwarts, principalmente em Harry Potter e a Pedra Filosofal e Harry Potter e a Câmara Secreta. Em seu interior, a abadia abriga um museu.

Harry Potter - Abadia de Lacock

Catedral de Durham – Durham, Inglaterra

Construída a partir de 1093, a catedral é considerada um dos principais e mais belos exemplos da arquitetura normanda no mundo, e foi apontada como Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO. O prédio abriga algumas relíquias do mundo cristão, como as de São Cuthbert; e sua biblioteca tem uma das mais completas coleções de livros antigos impressos da Inglaterra. Várias áreas da Hogwarts dos filmes de Harry Potter ficam aqui, como o pátio interno, a sala de aula de Transfiguração e diversos corredores.

Harry Potter - Catedral de Durham

Harry Potter - Catedral de Durham

Universidade de Oxford – Oxford, Inglaterra

Segunda universidade mais antiga da Europa, Oxford emprestou seus prédios (provavelmente construídos ainda no século XI) para diversas locações dos filmes de Harry Potter: diferentes partes da Bodleian Library viraram a Enfermaria de Hogwarts e a Seção Restrita da Biblioteca da escola; escadas viraram as escadarias do Hall de Entrada; um corredor virou a Sala de Troféus; e até mesmo a área externa apareceu em cenas de Harry Potter e o Cálice de Fogo.

Harry Potter - Universidade de Oxford

Harrow School – Londres, Inglaterra

Escola privada só para garotos fundada em 1572, a prestigiada Harrow School é concorrente da também famosa Eton College; a emprestou suas salas de aula para as gravações das cenas nas aulas de Feitiços, nos primeiros filmes da série Harry Potter.

Harry Potter - Harrow School

Black Park – Wexham, Buckinghamshire, Inglaterra

Com 250 hectares, esse parque tem uma área de reserva natural e uma pequena estação de estudos biológicos, e é muito usado por moradores da região para se exercitar o levar os animais de estimação para passear – mas, em Harry Potter, o local virou algo bem menos mundano: sua área de bosque foi usada nas gravações da Floresta Proibida. Registros dos lagos que há no parque também foram usados para representar o Lago Negro, no terreno de Hogwarts.

Harry Potter - Black Park

Loch Shiel – Fort William, Escócia

Este lago situado na Escócia foi outro lugar usado para representar o Lago Negro do terreno de Hogwarts. Com 28 quilômetros de comprimento, ele é o quarto lago mais comprido do país.

Harry Potter - Loch Shiel

Glen Coe – Highland, Escócia

Considerado um dos lugares mais bonitos da Escócia, este vale serviu como pano de fundo para algumas locações dos arredores de Hogwarts: a cabana de Hagrid e a ponte de madeira que há no terreno da escola (que aparece em Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban e ganha destaque novamente durante a épica Batalha de Hogwarts) foram construídas aqui.

Harry Potter - Glen Coe

Seven Sisters Country Park – Sussex, Inglaterra

As “sete irmãs” (“seven sisters”, em inglês), são uma série de falésias no Canal da Mancha; e o Seven Sisters Country Park é o parque em Sussex por onde a região pode ser visitada. Em Harry Potter e o Cálice de Fogo, é aqui que Harry e os Weasley encontram os Diggory, para pegar a Chave de Portal que os leva à Copa Mundial de Quadribol.

Harry Potter - Seven Sisters Country Park

Cachoeira Steall – Fort William, Highland, Escócia

Com uma queda de 120 metros, esta é a segunda cachoeira mais alta da Escócia – e serviu como locação para as cenas de Harry Potter e o Cálice de Fogo em que Harry precisa passar por um dragão rabo-córneo húngaro para cumprir a Primeira Tarefa do Torneio Tribruxo.

Harry Potter - Cachoeira Steall

Kings Cross – Londres, Inglaterra

A estação de onde parte o Expresso de Hogwarts é uma estação ferroviária real, localizada em Londres e construída em 1852. Embora a estação de onde o Expresso sai, a 9 3/4, não exista, uma placa com a inscrição “Plataforma 9 3/4” foi instalada entre as plataformas 9 e 10 depois do sucesso dos filmes e livros de Harry Potter – e, claro, o local virou ponto turístico.

Harry Potter - Kings Cross

Estação ferroviária de Goathland – North Yorkshire, Inglaterra

Esta estação ferroviária construída em 1865 já apareceu em alguns filmes, séries de TV, e até mesmo em um videoclipe do Simply Red – e, em Harry Potter, representa a estação de Hogsmeade, onde os estudantes de Hogwarts desembarcam do Expresso no início do período letivo, e voltam a embarcam quando as férias chegam.

Harry Potter - Goathland

Viaduto Glenfinnan – Escócia

O Glenfinnan é um viaduto ferroviário localizado na linha das Highlands Ocidentais, ligando Glasgow a Mallaig através de Fort William, na Escócia. Foi construído entre 1897 e 1901, e, na época, era um dos maiores viadutos inteiramente construídos em cimento do mundo: tem 380 metros de comprimento e 21 arcos, o mais alto deles com mais de 30 metros de altura. Nos filmes, ele aparece diversas vezes como parte do caminho percorrido pelo Expresso de Hogwarts – sua aparição mais notável é em Harry Potter e a Câmara Secreta.

Harry Potter - Glenfinnan

Leadenhall Market – Londres, Inglaterra

Localizado na Gracechurch Street, este mercado coberto foi usado nos filmes de Harry Potter para representar as ruas em torno do Caldeirão Furado e do Beco Diagonal – embora o Beco em si tenha sido construído em estúdio.

Harry Potter - Leadenhall Market

Little Whinging, Surrey/Bracknell, Berkshire – Inglaterra

Little Whinging, no condado de Surrey, na Inglaterra, é um lugar real – e inspirou a vizinhança onde Harry foi criado, na casa de seus tios trouxas, os Dursley. Mas a casa usada nos filmes fica em Bracknell, Berkshire; e é uma residência de verdade: embora seu interior já tenha sido reformado, o exterior foi mantido, idêntico ao que apareceu nas cenas dos longas.

Harry Potter - Privet Drive

London Zoo – Londres, Inglaterra

Em Harry Potter e a Pedra Filosofal, Harry e os Dursley visitam um lugar real, o Zoológico de Londres; e as cenas foram realmente gravadas lá – especialmente na Casa dos Répteis, onde o bruxo, ainda sem saber de seus poderes mágicos, liberta sem querer uma cobra de seu aquário.

Piccadilly Circus – Londres, Inglaterra

Parte de uma das zonas mais movimentadas da capital britânica, Piccadilly Circus é uma praça onde se cruzam as ruas Regent’s Street, Shaftesbury Avenue, Piccadilly e Haymarket – e é para onde Hermione, pensando rápido, aparata com Harry e Rony em Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte I, quando o trio precisa fugir dos Comensais da Morte que invadem o casamento de Bill e Fleur.

Harry Potter - Piccadilly Circus

Millenium Bridge – Londres, Inglaterra

Em Harry Potter e o Enigma do Príncipe, a ponte Millenium, em Londres, é atacada e destruída por Comensais da Morte, em uma cena marcante e cheia de efeitos especiais. É claro que o local virou ponto de visitação para os fãs da saga.

Harry Potter - Millenium Bridge

Leia mais:

Animais Fantásticos no Brasil? J.K. Rowling renova esperanças dos fãs com post no Twitter
Padaria canadense cria réplica comestível do Castelo de Hogwarts
Rupert Grint, de Harry Potter, quase abandonou a saga pela metade