Lotação do evento, que vai até amanhã em São Paulo, chega ao ápice no final de semana

A quinta e a sexta-feira, por mais agitados e movimentados que possam parecer, são, na verdade, os momentos mais tranquilos da Comic Con Experience: o evento, que neste ano começou na quinta-feira, dia 6, e vai até amanhã, domingo, dia 9, chega ao ápice de lotação no final de semana, dias em que turistas e moradores de São Paulo aproveitam as folgas de trabalhos e aulas para visitar os estandes, lojas e atrações da convenção. Chega a ser difícil andar pelos corredores – e tudo, dos sorteios às lanchonetes, das jogos e brincadeiras aos banheiros, têm filas quilométricas. “Vai ser épico”, é o slogan da CCXP. As filas, certamente, também são épicas por aqui.

E o que dizer dos painéis? Para pegar uma das 2,6 mil senhas que garantiam acesso ao auditório, o público levou colchões, cobertores – para encarar a noite anormalmente fria de dezembro -, travesseiros e muita comida para virar a madrugada: às 5h30 da manhã, as senhas já haviam acabado. Sobrou para quem chegou “tarde” ficar mais algumas horas esperando na fila, e com sorte ir entrando aos poucos, conforme as primeiras pessoas, depois de assistir seu painel favorito, saíssem do auditório.

CCXP 2018 - Detona Ralph

As empresas e estúdios que motivaram todo esse esforço foram a Disney, a Marvel, a Sony Pictures e a Netflix. A Disney inaugurou o dia, com a primeira exibição no Brasil de Wi-fi Ralph, continuação de Detona Ralph, de 2013 – e emendou direto em um segundo painel, onde revelou detalhes sobre a produção do longa e divulgou informações sobre os filmes live-action que vai lançar no final deste ano e em 2019: O Retorno de Mary Poppins até teve uma cena inédita divulgada (depois de os visitantes serem devidamente orientados a desligar os celulares), em que foi possível conferir Emily Blunt e Lin-Manuel Miranda cantando juntos no papel de seus personagens pela primeira vez. A cantora norueguesa Aurora apareceu de surpresa, para cantar Baby Mine, música-tema de Dumbo. Outro ponto alto do painel foi a presença de Mickey Mouse “em pessoa”: o personagem-símbolo da companhia está comemorando seus 90 anos, e ganhou uma retrospectiva durante a ocasião.

Outro longa que teve cena inédita divulgada foi Vidro, no painel seguinte: na cena do filme, que estreia em 17 de janeiro de 2019, podemos ver Samuel L. Jackson e James McAvoy em um hospital psiquiátrico – o diretor M. Night Shyamalan veio ao Brasil divulgar seu novo trabalho. No painel da Sony, foram liberadas novas informações sobre MIB: Internacional, novo filme da franquia Homens de Preto, e sobre BrightBurn, filme de terror assinado por James Gunn.

Mas a apresentação mais concorrida do dia foi sem dúvidas a da Marvel: Brie Larson e Sebastian Stan vieram divulgar as novidades da empresa, especialmente o filme Capitã Marvel – que teve divulgadas uma cena inédita e uma versão estendida de seu trailer oficial. De surpresa, a companhia também trouxe Tom Holland, Jacob Batalon e Jake Gyllenhall, que não haviam sido anunciados pela organização do evento. O dia terminou com a Netflix apresentando Mogli: Entre Dois Mundos, com a presença do diretor Andy Serkis (mais conhecido por seus trabalhos como ator, em produções como O Senhor dos Anéis e Planeta dos Macacos); e The Umbrella Academy, com Gerard Way (que, na CCXP, esteve como cartunista, mas de quem alguns podem se lembrar como vocalista da banda My Chemical Romance) e Gabriel Bá.

Capitã Marvel

Muita gente não pretende ir embora no final do dia – o plano de grande parte dos visitantes é voltar à fila, para reservar lugar para os painéis de amanhã: desta vez, da Warner Bros., da Universal Pictures, e, mais uma vez, da Netflix (agora com Bird Box e Stranger Things, este outro dos que prometem ser extremamente concorridos). É o último dia de CCXP 2018 – e a regra é aproveitar ao máximo, com ou sem filas.