Entre os estandes, destacamos o da própria Turma da Mônica, além dos da Amazon Prime Video e da franquia Harry Potter

Depois de uma quinta-feira em que a maior parte dos participantes preferiu aproveitar o tempo visitando a infinidade de estandes espalhados pela São Paulo Expo, esta sexta-feira (7 de dezembro), segundo dia de CCXP 2018, apresentou uma série de painéis sobre assuntos bastante diferentes um do outro – havia opções para todos os gostos. No começo do dia, o painel da Mauricio da Sousa Produções trouxe as novidades do universo relacionado aos mais de 130 personagens criados pelo cartunista – e as novidades não são poucas.

O próprio Mauricio, presente na apresentação, contou sobre a parceria do estúdio com o personagem japonês Astro Boy, e sobre como a empresa brasileira está, nas palavras dele, “invadindo o Japão”. Foram anunciadas também parcerias com a HBO, a National Geographic e o Cartoon Network: respectivamente, a animação Astronauta, baseada na graphic novel – voltada a um público mais adulto – inspirada no clássico personagem de Mauricio; um documentário sobre a vida do cartunista; e a versão animada de Turma da Mônica Jovem, que vem sendo planejada desde 2014, e deve estrear no ano que vem. O ponto alto, claro, foi a exibição do trailer de Turma da Mônica – Laços, live-action com os quatro personagens principais, que estreia em 27 de junho de 2019. Com ele, veio a revelação de qual personagem o ator Rodrigo Santoro interpretará no longa: o enigmático Louco, o que pegou todo mundo de surpresa. Santoro não esteve presente no painel, mas mandou um recado em vídeo para os visitantes.

Em seguida vieram a homenagem aos 80 anos do Superman, com a presença de Tom Welling, que interpretou o personagem em Smallville; e depois o painel do Cartoon Network, com a participação de Rebecca Sugar, criadora do desenho Steven Universe. Mas os mais concorridos foram a estreia do filme Aquaman (onde, obviamente, era proibido filmar ou registrar qualquer coisa) e a parte da Fox, que trouxe as atrizes Jessica Chastain e Sophie Turner e o diretor Simon Kinberg para falar sobre Fênix Negra.

Chastain brincou que o filme realmente é sobre as “X-Mulheres”, ou seja, mais focado nas heroínas femininas; comentando que, quando criança, gostava de quando via as personagens mulheres ganhando mais destaque – e que está feliz por poder participar desse momento. A atriz também revelou que, no longa, sua personagem luta contra “todos os outros X-Men” – literalmente.

A Turma da Mônica também esteve presente em seu estande, onde é possível bater fotos com personagens como Magali, Cascão e Louco; comprar produtos dos personagens; jogar videogames e responder a um quiz sobre os quadrinhos – e, se você tiver sorte, até mesmo ganhar um autógrafo do próprio Mauricio de Sousa. Outro estande que se destaca é o da Amazon Prime Video, com diversas experiência interativas que promovem as séries Purge, American Gods (com jogos que dão direito a prêmios e uma réplica do Jack’s Crocodile Bar) e The Man In The High Castle (onde atores devidamente uniformizados “promovem” a Alemanha Nazista e o Império do Japão – eventualmente entrando em conflito com outros, que discretamente tentam promover a Resistência).

E, no fundo do pavilhão, passando pelo Artists’ Alley (onde desenhistas e cartunistas expõem e vendem seus trabalhos) e pela Game Arena (onde os visitantes podem se enfrentar em batalhas virtuais), quase escondida dos olhos de quem só fica na área mais central da São Paulo Expo, está a área temática de Harry Potter: apesar dos preços salgados, a loja oficial da franquia tem lingas filas simplesmente para entrar – mas há uma área mais acessível, onde os fãs podem bater fotos em frente à cabana de Rubeus Hagrid, com direito à aparição do hipogrifo Bicuço. É um consolo para quem torceu para ver nos paineis algum anúncio relacionado a Animais Fantásticos e Onde Habitam, mas teve seus desejos frustrados – a não ser que a CCXP reserve para sábado ou domingo alguma surpresa para os fãs do mundo bruxo de J.K. Rowling.

Amanhã tem mais – o dia começa mais cedo, e com um dos painéis mais concorridos desta edição: o da Disney, com a estreia brasileira de Detona Ralph 2, uma homenagem aos 90 anos de Mickey Mouse, e novidades sobre os vários live-actions que a companhia vai lançar em 2019 – e à tarde ainda tem os painéis de Vidro, da Marvel Studios, e da Netflix (com Umbrella Academy e Mogli). Mais um dia para agradar os diferentes tipos de fãs que visitam a CCXP.