No aniversário de 90 anos de Mickey, saiba mais sobre alguns dos personagens mais icônicos dos estúdios Disney

O casamento Mickey-Disney é um sucesso, a ponto de ser impossível imaginar a companhia sem seu simpático “garoto-propaganda”. Hoje, dia 18 de novembro, Mickey completa 90 anos de existência – ao longo das décadas, o personagem foi ganhando incontáveis companheiros, como Minnie, Donald, Pateta, Pluto e tantos outros. Os personagens, claro, você conhece – mas será que sabe todas essas curiosidades sobre eles?

1 – A data de aniversário de Mickey é oficialmente comemorada pela Disney em 18 de novembro

Esta foi a data em que estreou, em 1928, Steamboat Willie, o primeiro desenho de sucesso protagonizado pelo personagem – Mickey já havia aparecido em Plane Crazy, um curta mudo, mas que acabou passando meio batido na época.

2 – Inicialmente, o nome de Mickey seria ‘Mortimer’

Quem convenceu Walt Disney a mudar o nome foi sua esposa Lilian, que achou ‘Mortimer’ “formal” demais.

3 – Durante muitos anos, as orelhas do Mickey foram desenhadas sempre “de frente”

Ou seja, não importava o lado para o qual o personagem estivesse olhando, suas orelhas apareciam de frente para o espectador, mantendo o formato arredondado. O desrespeito à perspectiva era justificado: Disney achava que, sem suas famosas orelhinhas, Mickey não parecia o Mickey, e acabaria descaracterizado diante do público. Só a partir dos anos 1980 as orelhas do personagem passaram a acompanhar os movimentos da cabeça.

4 – O próprio Walt Disney foi o primeiro dublador do Mickey – e, por incrível que pareça, também da Minnie

O que acabou tirando o posto de Disney como dublador foi o cigarro: fumante inveterado, Disney foi ficando com a voz cada vez mais rouca, e, com o passar dos anos, não conseguia mais alcançar o timbre agudo das vozes dos personagens. E sim, é verdade: Wayne Allwine, que foi o dublador oficial do Mickey até sua morte, em 2009, era casado com Russi Taylor, que dubla Minnie de 1986 até hoje.

5 – O dublador oficial de Mickey em português, hoje, é Guilherme Briggs

Briggs é conhecido por trabalhos tanto marcantes quanto diversos: ele dubla também os personagens Freakazoid, Samurai Jack, Superman (no desenho Liga da Justiça), Optimus Prime (de Transformers), Cosmo (de Padrinhos Mágicos) e Buzz (de Toy Story).

6 – Mickey foi o primeiro personagem de desenho animado a ganhar uma estrela com seu nome na Calçada da Fama, em 1978

7 – ‘Minnie’ não é o verdadeiro nome da Minnie

‘Minnie’ é um apelido para ‘Minerva’, esse sim seu verdadeiro nome. É sério!

8 – A personalidade de Minnie foi, inicialmente, inspirada nas chamadas flapper girls dos anos 1920 (as “melindrosas”, aqui no Brasil)

Elas eram jovens mais liberais, que usavam saias e cabelos curtos, ouviam jazz, flertavam sem compromisso. Nos primeiros desenhos de Mickey e Minnie, enquanto o protagonista tentava conquistá-la, ela frequentemente assumia o papel de uma artista ou dançarina. Com o passar dos anos, porém, a personalidade de Minnie se tornou mais conservadora e romântica – inclusive, muitas vezes, a personagem virou a “mocinha” a ser salva pelo “herói”. A primeira-dama da Disney manteve, porém, o lado girly e a vaidade, características que já tinha em suas primeiras aparições.

9 – Pluto foi inicialmente criado para ser o cachorro da Minnie, e não do Mickey

Sua popularidade foi tanta, porém, que Walt Disney decidiu transformá-lo no cão de estimação do protagonista, para que o personagem tivesse a oportunidade de aparecer em mais produções. Seu design é inspirado no bloodhound, uma raça de cães farejadores.

10 – Assim como Mickey, Pluto também teve seu nome original (no caso, ‘Rover’) alterado pela esposa de Walt Disney, Lilian

Plutão havia sido recém-descoberto na época, e Lilian, que gostou da sonoridade do nome, deu a ideia ao marido, que aceitou.

11 – João Bafo-de-Onça é o mais antigo personagem da Disney ainda na ativa

Bafo – oficialmente ‘João Bafo-de-Onça’, o maior vilão das histórias do Mickey – carrega o título de personagem mais antigo da Disney ainda “em atividade”: ele surgiu em 1925, em uma produção do estúdio intitulada Alice Solves The Puzzle, e depois interagiu com Oswald, antes de o personagem perder o posto de principal protagonista da Disney para o Mickey. Inicialmente apenas um antagonista (Mickey e Bafo competiam pelo amor da Minnie nos primeiros curtas do trio), Bafo foi crescendo no papel de vilão, aparecendo até mesmo como ladrão de bancos, ao lado dos irmãos Metralha, nos desenhos de Donald e Tio Patinhas.

12 – Pateta deve tudo à sua icônica risada

O personagem apareceu pela primeira vez em 1932, no curta Mickey’s Revue, com o nome de Dippy Dawg. Em sua primeira aparição, Pateta, na plateia de um show, irrita o resto do público por ser barulhento e ter uma risada escandalosa – e foi essa risada que conquistou Walt Disney, que decidiu dar mais destaque ao personagem em produções posteriores. Desajeitado, mas de bom coração, Pateta acabou se tornando um dos personagens da Disney mais populares e queridos pelo público.

13 – Outro som icônico associado ao Pateta é o “Goofy Holler”

Originalmente gravado para um desenho do personagem, o grito foi usado incontáveis vezes em desenhos da Disney – geralmente quando um personagem cai de algum lugar ou é jogado no ar.

14 – A primeira história Disney em quadrinhos oficialmente produzida no Brasil teve Pateta como protagonista

Era Pateta Olímpico, em homenagem às Olimpíadas de Munique, de 1932.

15 – Criado em 1934, no desenho A Galinha Esperta, Donald é, no Brasil, mais popular que o Mickey

Sua revista, Pato Donald, foi o marco inicial da Editora Abril, o que fez de Donald o protagonista dos quadrinhos de mais longa publicação ininterrupta no país. Assim como inúmeros outros personagens de Patópolis (Margarida, Tio Patinhas, Capitão Bóing, Huguinho, Zezinho, Luizinho, Vovó Donalda, Peninha, Gastão, Professor Pardal, Maga Patalójika), Donald foi criado pelo cartunista Carl Banks – conhecido na Disney como “O Homem dos Patos”.