Por GaúchaZH

Personagem foi a primeira a se assumir lésbica nos quadrinhos

A atriz Ruby Rose, que ficou conhecida por interpretar Stella Carlin na série Orange Is The New Black, da Netflix, viverá a super-heroína Batwoman em novo seriado da DC, que estreará no canal The CW. As gravações iniciam em janeiro de 2019, mas a personagem terá sua estreia em dezembro deste ano em um crossover de Arrow, The Flash e Supergirl.

Batwoman, que usa o nome Kate Kane, no dia a dia, foi a primeira personagem a se assumir lésbica no quadrinhos — ela se envolveu com Arlequina, vilã de Batman. Ruby Rose, que interpertará a personagem, se assumiu lésbica aos 12 anos e se considera não binária, ou seja, nem pertencente ao gênero feminino nem ao masculino.

Batwoman foi introduzida nos quadrinhos em 1956, por meio da HQ Detective Comics, como Kathy Kane. A personagem foi reinventada para os Novos 52 da DC – atualização dos personagens da empresa – como Kate Kane, uma mulher lésbica e judia que protege Gotham.

A série solo terá Caroline Dries, que trabalhou em Smallville e The Vampire Diaries, no roteiro e na produção . Além dela, Sarah Schechter, de Supergirl, e Geoff Johns, de Liga da Justiça e The Flash, compõem a equipe de produção executiva. De acordo com a sinopse oficial, a série gira em torno de Kate Kane, que, movida pelo senso de justiça social e talento para falar o que pensa, vai às ruas de Gotham disfarçada.