A obra traz menções a personagem já conhecidos da mitologia do escritor, como Túrin Turambar e Ëarendil

Quarenta e cinco anos depois da morte de J.R.R. Tolkien, uma nova obra do escritor vai chegar às livrarias: é The Fall of Gondolin (A Queda de Gondolin, em tradução livre), escrita enquanto o então soldado Tolkien estava no hospital em Great Haywood, em Stattfordshire, depois da Batalha do Somme, na Primeira Guerra Mundial. Muitos críticos apontam os meses servindo na guerra como inspiração direta para as batalhas épicas descritas nos livros de Tolkien, além de base para elementos como a terrível terra de Mordor.

The Fall of Gondolin

John Garth, crítico do The Guardian e especialista na obra de Tolkien, definiu The Fall of Gondolin como “a jornada de um herói relutante que depois se torna um herói genuíno, um guia para tudo o que ele escreveria dali para frente”, e afirmou que a obra contém “sua maior narrativa de batalha fora da trilogia O Senhor dos Anéis.” Na trama, a bela cidade de Gondolin torna-se alvo da ira de Morgoth Bauglir, o antagonista Melkor, de O Silmarillion. Aqui, Morgoth (que, mais adiante na mitologia da Terra-Média, seria revelado como o mestre de Sauron, vilão de O Senhor dos Anéis) quer acabar com os Noldor, moradores da cidade e criadores das gemas Silmaris, que batizam O Silmarillion. Gondolin, porém, é protegida por Ulmo, um dos Valar criados pela entidade Eru Ilúvatar, que está para o bem como Morgoth/Melkor está para o mal.

Mas o protagonista da história é mesmo o humano Tuor (primo de Túrin Turambar, que os fãs da Terra-Média já conhecem de O Silmarillion), que encontra Gondolin e lá estabelece família, casando-se com a elfa Idril Celebrindal, filha do líder da cidade, Turgon; e tornando-se pai do meio-elfo Ëarendil, também velho conhecido dos leitores de Tolkien.

The Fall of Gondolin é editado por Christopher Tolkien, filho do escritor, e ilustrado por Alan Lee, que há décadas trabalha com o universo da Terra-Média. O anúncio do novo livro vem pouco depois da divulgação de que as obras do autor vão passar a ser publicadas no Brasil pela editora HarperCollins, que está preparando novas edições de O Senhor dos Anéis, O Hobbit e O Silmarillion, com novas capas e traduções – além da aguardada estreia por aqui do livro Beren and Lúthien e da coletânea The History of Middle-Earth.