Informações como títulos dos episódios, elenco e diretores já foram confirmadas

Com suas imagens distópicas de um futuro talvez não tão distante e observações irônicas a respeito da nossa dependência da tecnologia, a série Black Mirror, sucesso da Netflix, já se encaminha para a quarta temporada – e a estreia parece estar cada vez mais próxima, com rumores alterando entre o final de 2017 e o início de 2018. Mas o que se sabe de concreto, até agora, a respeito dos novos episódios?

Trailer

Um teaser foi divulgado pela Netflix ainda em agosto: o vídeo revelou os títulos de todos os seis episódios da nova leva, além de mostrar trechos curtíssimos de cada capítulo. Veja:

Títulos e roteiros

Depois que os títulos foram revelados no teaser, a produtora Annabel Jones, vencedora do Emmy, revelou algumas coisas sobre cada episódio em uma entrevista ao The Independent:

Crocodile: A temporada abre com uma história ambientada na Islândia, em um futuro próximo. “Nós seguimos Andrea Riseborough, uma mulher tentando resolver um dilema”, diz Jones; comentando que o episódio tem semelhanças com um capítulo anterior de Black Mirror, The Entire History of You, já que em ambos as memórias pessoais podem ser estocadas e revisitadas.

Arkangel: Jodie Foster dirige o segundo episódio, que se passa em um subúrbio norte-americano. Ele aborda um dilema atual: como os pais podem ensinar seus filhos a lidar com a tecnologia? “Nós sempre tentamos deixar os temas que abordamos mais no background, não tão evidentes, mas este episódio pergunta especificamente como você pode ser uma mãe responsável em um mundo em que é possível ser onipresente e todo-poderoso”, conta Jones.

Hang The DJ: A terceira história não cita diretamente os aplicativos no estilo Tinder, mas, segundo Jones, é “pertinente ao cenário contemporâneo do flerte e dos relacionamentos”. Ela diz ainda que o episódio é menos apocalíptico, tem mais humor, e “bastante sexo”. “Acho que as pessoas vão assistir esse com um pequeno sorriso”, comenta.

USS Callister: Jones descreve o capítulo como uma “ópera espacial”, cheia de efeitos especiais e referências a outros filmes e séries – a única imagem divulgada remete claramente ao clássico Star Trek.

Metalhead: A produtora não revelou detalhes a respeito da história do quinto episódio, contando apenas que será a primeira história de Black Mirror contada em preto e branco. “Acho que essa decisão criativa foi motivada pelo mundo que estamos retratando aqui”, opina.

Black Museum: Com 90 minutos de duração, Black Museum vai combinar três histórias em uma – e ser um “final épico” para a temporada.

Annabel Jones também afirmou que cada capítulo aborda temas ainda inéditos nas temporadas anteriores: “Eu acho, e tenho certeza de que Charlie [Charlie Brooker, criador da série] concordaria, que, se nós chegássemos a um ponto em que sentíssemos que não estávamos contando novas histórias, nós teríamos que parar.” Em entrevista à rádio Times, Brooker comentou que às vezes se surpreende com o quão precisos acabam sendo alguns episódios. “Outro dia eu li uma notícia e pensei: ‘Okay, como isso se reflete naquele episódio que acabamos de filmar?'”, contou. “Eles fizeram algumas novas descobertas, sabe. Quando escrevemos um novo episódio, eu nunca fico pensando se aquelas coisas podem acontecer na vida real – mas parece que algumas delas acontecem.”

Elenco e diretores

Os nomes de alguns atores e atrizes já foram revelados: Cristin Millioti (de O Lobo de Wall Street), Maxine Peake (Three Girls), Georgina Campbell (Broadchurch), Joe Cole (Peaky Blinders), Owen Teague (Bloodline) e Michaela Coel (Chewing Gum). Entre os diretores, estão a já mencionada Jodie Foster, que assina Arkangel; John Hillcoat (de The Road), responsável por Crocodile; Colm McCarthy (que já trabalhou em Peaky Blinders, Sherlock e Spooks), que dirige Black Museum; o lendário Tim Van Pattens (de The Sopranos e Boardwalk Empire), que aqui fica com Hang The DJ; David Slade (de Breakind Bad, Hannibal e American Gods), que assume Metalhead; e Toby Haynes (que trabalhou em Doctor Who), que dirige o espacial USS Callister.

A temporada deve sair na mesma época que a série literária de Black Mirror

Em breve, Black Mirror vai ter seu universo expandido em outra plataforma: os bons e velhos livros. A editora Penguin Random House vai publicar, a partir de fevereiro de 2018, uma série literária com histórias novas e originais, inspiradas no estilo do seriado. Assim como cada episódio segue uma história diferente, cada livro será escrito por um autor diferente – tudo editado por Charlie Brooker. Entre os escritores participantes, estão Cory Doctorow, Claire North e Sylvain Neuvel.

“Histórias inéditas de Black Mirror, assinadas por autores empolgantes – essa é uma perspectiva legal”, comentou Brooker, em entrevista à EW. E brincou: “E elas vão aparecer em um novo formato de alta tecnologia chamado ‘livro’. Aparentemente, você só tem que olhar para algum tipo de ‘código de tinta’ impresso em um papel, e imagens e sons magicamente aparecem em sua cabeça, contando a história. Parece meio absurdo para mim, mas nós vamos tentar.”