As gravações divulgadas são da era do álbum “OK Computer”

Uma semana depois que gravações inéditas do Radiohead foram hackeadas e vazadas online, a banda decidiu disponibilizar o material oficialmente para os fãs, por meio da plataforma independente Bandcamp: são 18 horas de música, incluindo produções da banda e do frontman Thom Yorke em carreira solo. O conteúdo vai estar disponível para venda por 18 dias, por £18 (cerca de R$ 88), com todo lucro sendo revertido para o grupo Extinction Rebellion, que luta pela defesa do meio ambiente.

Radiohead

No Instagram do Radiohead, o guitarrista Jonny Greenwood confirmou que o grupo havia sido hackeado: “Alguém roubou o arquivo do Thom, da época de ‘OK Computer’, e aparentemente exigiu US$ 150 mil para não divulgar o material”, escreveu o músico. “Então, em vez de reclamar (demais) ou de ignorar o que aconteceu, nós vamos liberar tudo no Bandcamp. Por £18, vocês podem descobrir se deveríamos ter pago aquele resgate.” Greenwood ainda brincou que o conteúdo “não foi feito para consumo do público” e é apenas “vagamente interessante”, além de “muito, muito longo”.

A novidade inclui trechos de canções jamais divulgadas, demos, ensaios da banda, e faixas como ‘Lift’ e ‘I Promise’, que em 2017 foram incluídas na edição de 20 anos de ‘OK Computer’. Depois do vazamento, os fãs do Radiohead organizaram por conta própria uma tracklist, com anotações, descrições e até mesmo títulos, quando necessário – já que algumas músicas nem chegaram a ser batizadas pela banda.