Por GaúchaZH

Pela primeira vez a obra máxima de Gabriel García Márquez será adaptada às telas

Leitura obrigatória em vestibulares e obra máxima do escritor colombiano Gabriel García Márquez, Cem Anos de Solidão vai virar série da Netflix. A plataforma de streaming anunciou a compra dos direitos autorais do romance, que terá sua primeira adaptação na tela.

De acordo com informação divulgada nesta quarta-feira (6) pela revista americana Variety, a produção será em língua espanhola. Quem está por trás da adaptação são os filhos de García Márquez, Rodrigo Garcia e Gonzalo García Barcha, que assinam a produção executiva.

Em comunicado enviado à publicação, eles disseram que o escritor, morto em 2014, relutara em vender os direitos do livro porque considerava que a história não poderia ser comprimida no tempo de um longa-metragem. Lançado em 1967, Cem Anos de Solidão narra a saga da família Buendía, seus amores, traições, mortes e contratempos vividos na cidade fictícia de Macondo. O livro é um dos expoentes do gênero realismo mágico.

“Durante décadas nosso pai relutou em vender os direitos de filmagem porque acreditava que não poderia ser feito sob as limitações de tempo de um longa-metragem, ou que produzi-lo em um idioma diferente do espanhol não faria justiça a ele. Mas na era de ouro atual da série, com o nível de escrita e direção talentosa, a qualidade cinematográfica do conteúdo e a aceitação pelo público mundial de programas em línguas estrangeiras, o tempo não poderia ser melhor para trazer uma adaptação para a extraordinária audiência global que a Netflix oferece. Estamos empolgados em apoiar a Netflix e os cineastas neste empreendimento e ansiosos para ver o produto final”, disse em comunicado o filho Rodrigo.

Não foram dados detalhes sobre datas e integrantes da produção.

A adaptação de Cem Anos de Solidão marca outra investida de canais em produções de séries baseadas em grandes sucessos da literatura. Em 2018, a HBO lançou A Amiga Genial, cujo roteiro é fiel à obra da escritora Elena Ferrante, inclusive respeitando a língua italiana e o ambiente da história, que se passa em Nápoles — as gravações ocorreram na Itália.