Todo o lucro da turnê será destinado à Fundação da cantora, que foi criada para ajudar jovens que são dependentes químicos

A cantora Amy Winehouse, que faleceu em 2011 aos 27 anos, poderá ser vista nos palcos novamente em breve. A novidade foi divulgada pelo pai da artista Mitch Winehouse, que declarou que os fãs da cantora britânica poderão assisti-la novamente em shows na forma de um holograma.

O show, que deve estrear em 2019, será criado pela mesma companhia que produziu turnês com hologramas para o músico Roy Orbison e para a cantora de ópera Maria Callas. Para criar o holograma, a empresa BASE Hologram contratará uma atriz para imitar os movimentos de palco de Amy e concluirá com próteses e imagnes geradas por computador. De acordo com o diretor Brian Becker, a tecnologia permite que a projeção se mova pelo palco.

“Faremos o melhor que pudermos em termos de honrar seu legado. Esta é uma celebração”, disse Becker. O show deve ter duração entre 75/110 minutos.

Mitch Winehouse declarou ainda que todo o lucro da turnê será destinado à Fundação Amy Winehouse, que foi criada após o falecimento da famosa para ajudar jovens que são dependentes químicos e que sofrem de outros problemas emocionais.