O Centro de Artes (Ceart) da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) promove neste final de semana apresentações, oficinas e recital gratuitos e abertos ao público, integrando a programação da 4ª Semana Integrada da Udesc Ceart. Marc Mauillon, cantor reconhecido na cena da música clássica francesa; Jussara Miller, bailarina e coreógrafa premiada; e a peça Auto da Compadecida, que teve apresentações lotadas em Florianópolis no último ano, são algumas das atrações para este sábado e domingo. Confira a programação completa do evento e as sinopses de cada atividade.

Recital de Marc Mauillon mescla música medieval e contemporânea. Foto: Divulgação

Recital “Songlines”, com Marc Mauillon

O cantor Marc Mauillon é tido como uma das mais importantes vozes da música clássica da França atualmente e seu projeto autoral Songline vem sendo apresentado pela Europa. A proposta consiste em interpretar canções à capela, sem instrumentos, acompanhadas de elementos contemporâneos como movimentos corporais e o uso diferenciado da iluminação.

No repertório, música medieval de Guillaume de Machaut (1300-1377), Jehannot de Le Escurel (século XIII), Bernard de Ventadorn (1130-1200), Branca de Castela (1188-1252) e Grazioso de Pádua (1391-1407); e compositores contemporâneos como Giacinto Scielsi (1905-1988), Georges Aperghis (1945), Meredith Monk (1942) e Phillipe Leroux (1971).

O recital ocorre no domingo, 16 de setembro, às 17h no Espaço 1 do Departamento de Artes Cênicas da Udesc Ceart. Haverá distribuição de ingressos gratuitos no local a partir de uma hora antes do início do evento. Em sua passagem pelo Brasil, Mauillon se apresentou em Curitiba nesta semana e estará em Brasília na próxima.

Oficina de técnica Klauss Vianna + Apresentação de dança “Nada Pode Tudo”, com Jussara Miller

O espetáculo Nada Pode Tudo é inspirado na obra Cá Entre Nós, da poetisa Alice Ruiz e será apresentado neste sábado, 15, às 19h no Espaço 1 do Departamento de Artes Cênicas. O solo fala sobre a inquietude de ser mulher a partir de um diálogo entre dança, fotografia e literatura. Em cena, a bailarina e coreógrafa Jussara Miller relaciona seus estados corporais com fotos do artista Christian Laszlo, projetadas no palco. Por sua interpretação, recebeu o Prêmio Denilto Gomes de Dança 2015.

Em sua vinda à Udesc, Jussara Miller também realizará a oficina Escuta do corpo através da Técnica Klauss Vianna, nos dias 15 e 16 de setembro, das 10h às 13h na sala de dança 1 do Departamento de Artes Cênicas. As inscrições serão realizadas no local, a partir de uma hora antes do início da atividade.

Jussara Miller tem graduação, mestrado e doutorado em dança e artes pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e é autora dos livros “A Escuta do Corpo” e “Qual é o Corpo Que Dança?”. Ela leciona no curso de pós-graduação Técnica Klauss Vianna, oferecido pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP).

Espetáculo “Auto da Compadecida”, com Cia Caras de Boneco (Udesc)

O espetáculo é resultante da disciplina de Montagem Teatral do curso de graduação em Teatro da Udesc e teve apresentações lotadas em 2017, seu ano de estreia. No Auto da Compadecida, testemunhamos a história de João Grilo e Chicó, dois sertanejos pobres que, para sobreviver, trapaceiam quem estiver pela frente. Após a chegada de cangaceiras na cidade, a esperteza da dupla é confrontada com o julgamento do diabo até a chegada da Compadecida.

O espetáculo, que usa o texto original do dramaturgo Ariano Suassuna, é o primeiro a ser realizado pela Cia. Caras de Boneco, formada por estudantes da Udesc Ceart. A peça tem direção de Paulo Balardim, assistência de direção de Vicente Concilio e preparação vocal de Daiane Dordete, todos professores da Udesc.

A apresentação ocorre no domingo, 16, no Espaço 2 do Departamento de Artes Cênicas da Udesc Ceart, às 19h. Ingressos gratuitos começam a ser distribuídos no local 1h antes do início da atividade.

Mesa redonda “Corpo em Arte”, com Carina Joly, Jussara Miller e Marc Mauillon

Os profissionais de produção sonora e corpo promoverão uma discussão sobre a relação entre corpo e música. A mesa redonda ocorre no sábado, 15, às 14h30 no auditório do Bloco Amarelo da Udesc Ceart.

Oficina “Corporeidades e sonoridades do Cavalo Marinho e do Maracatu Rural para o trabalho do ator/bailarino e do músico”

Integrantes da Cia Mundu Rodá, Juliana Pardo e Alício Amaral ministrarão em conjunto esta oficina que proporciona o encontro prático e teórico com o universo sonoro, físico e energético presentes na brincadeira tradicional do Cavalo Marinho da Mata Norte de Pernambuco (PE) para o desenvolvimento de trabalhos de treinamento e criação do ator/bailarino e do músico. Serão abordadas as corporeidades das figuras, as sonoridades dos brinquedos, o pulso, o ritmo, a biomecânica dos passos, suas diferentes qualidades de energia, o rito, o jogo, as evoluções coreográficas e a própria celebração, aplicados ao trabalho de treinamento e criação do ator/bailarino e do músico.

Também se abrirá um recorte sobre os toques de rabeca do Cavalo Marinho da Mata Norte Pernambucana – instrumento de arco usado em diversas manifestações populares brasileiras, que será desenvolvido na oficina pelo rabequeiro Alício Amaral, a partir de estudos com mestres rabequeiros de diferentes estados do Brasil e da prática em manifestações populares.

A oficina ocorre no sábado, 15, das 16h30 às 18h30 na sala de Dança 1 do Departamento de Artes Cênicas da Udesc Ceart. Inscrições começam a ser realizadas no local uma hora antes do início da atividade.