A famosa “garra” vai ser palco de shows, exposições e exibições de filmes em Salt Lake City

Em junho de 2009, Brent Andersen, fundador e CEO do Loveland Living Planet Aquarium, em Salt Lake City, viajou a Barcelona, na Espanha, para assistir ao primeiro show da turnê 360º, do U2 – e, antes mesmo de chegar ao seu assento no estádio Camp Nou, ficou impressionado com a “garra”, a maior estrutura já construída para o palco de uma apresentação musical. “Eu nem queria mais entrar no estádio”, contou Andersen, em entrevista à imprensa norte-americana. “Eu estava meio que atrapalhando as pessoas na fila, porque queria ficar parado olhando. Eu não a vi apenas como uma peça funcional de arquitetura: para mim, era uma escultura dinâmica. Uma obra de arte.”

garra

Quando Andersen adquiriu mais nove acres de terra para uma expansão do aquário, ele imediatamente pensou na “garra” – e em um artigo que leu, a respeito de o U2 estar vendendo a estrutura: um site desenvolvido em parceria com a Panther Management até demonstrava como a “garra” poderia ser usada como palco para shows, um salão para exposições, uma praça ou mesmo um domo para instalações biológicas. Andersen acabou fechando um acordo para comprar a estrutura usada na turnê norte-americana (outra foi usada nas apresentações na Europa, e uma terceira parece ter sido completamente desmontada). Os planos são terminar a instalação da “garra” em sua nova locação até junho do ano que vem. “Nós tivemos que resolver alguns detalhes de engenharia”, contou Andersen. “A estrutura [que tem 50 metros de altura e 190 toneladas] foi projetada para ser montada e desmontada a cada três dias, mais ou menos, e levada para outro local. Agora nós vamos transformá-la em algo permanente, para durar 70 ou 80 anos.”

garra

Uma vez inaugurada, a “garra” vai ser palco de shows, exibições de filmes, exposições e outros eventos especiais ligados ao aquário – além de uma “experiência educacional e interativa, esteticamente muito empolgante” sobre a importância da preservação dos ecossistemas da Terra. “Numerosos estudos mostraram que as pessoas são mais receptivas ao aprendizado quando estão em um estado de maravilhamento e fascinação”, explica Andersen. O fundador do Loveland Living Planet Aquarium também contou que muita gente está perguntando se os integrantes do U2 vão visitar a inauguração da nova casa de seu antigo palco. “Seria maravilhoso se eles fizessem isso”, diz.