Em abril de 2016, aos 57 anos, Prince foi encontrado morto em consequência de uma overdose de opioide

Em entrevista a Variety, o produtor do Super Bowl Halftime Show, Ricky Kirshner, afirmou que em momento algum houve sequer a ideia de colocar um holograma do Prince durante a apresentação de Justin Timberlake. O boato começou quando o TMZ, famoso site de fofocas dos EUA, afirmou que Justin Timberlake faria uma homenagem ao Prince (morto em abril de 2016) e colocaria um holograma do artista no palco. Porém, o problema era que ele sempre se posicionou contra a utilização de hologramas de artistas falecidos. E em algumas de suas declarações o músico se referia ao efeito como “demoníaco”.

“Nossa gente apareceu em uma temperatura abaixo de zero e trabalhou pesado durante duas semanas ou mais. Era isso que as pessoas deveriam estar escrevendo – Como você levanta um show desse e desmonta com apenas 6 minutos dentro do campo? Eu acho que isso é mais importante do que se teremos um holograma ou não. E eu refuto qualquer história. Nunca existiu a ideia de ter um holograma”, comentou Ricky Kirshner à Variety.

A apresentação de Justin Timberlake no Super Bowl Halftime Show aconteceu no último domingo (04) em Minnesota, estado natal de Prince. Durante a homenagem, foi utilizado um lençol tremulando com projeções de Prince em cor roxa, referenciando o Halftime Show de 2007 quando Prince apresentou Purple Rain em frente a um lençol tremulando.