Show acontece no dia 20 de agosto, no Centro de Cultura e Eventos da UFSC

Uma das maiores personalidades da história da música popular brasileira, Elza Soares voltou à cena no ano de 2015 em grande estilo com o show da turnê A Mulher do Fim do Mundo, o primeiro álbum de inéditas da carreira da artista. Assim que o disco foi lançado, no segundo semestre de 2015, o reconhecimento foi instantâneo. Passado algum tempo, o legado deste trabalho começa a ser delineado como “o mais importante da década”, como bem frisou a coluna Tudo Tanto, da revista Caros Amigos. Elza Soares apresenta o show A Mulher do Fim do Mundo em Florianópolis, em única apresentação no dia 20 de agosto, no Centro de Cultura e Eventos da UFSC. Os ingressos estão à venda via site Blueticket.

FOTOS DE DIVULGACA0 - A MULHER DO FIM DO MUNDO

Desde o lançamento, o álbum já havia sido agraciado nacionalmente com os prêmios de Melhor Show Nacional, da Folha de São Paulo e do Estado de São Paulo; de Melhor Álbum, pela APCA (Associação Paulista de Críticos de Artes); de Melhor Álbum de 2015 e Melhor Música de 2015 (Maria da Vila Matilde), pela revista Rolling Stone Brasil; e de Melhor Álbum na categoria Pop/Rock/ Reggae/Hip-Hop/ Funk na 27° edição do Prêmio da Música Brasileira 2016. Nesta edição do prêmio, Elza também foi indicado a Melhor Cantora e a Melhor Música, com Mulher do Fim do Mundo, além de ser premiada com Canção do Ano pelo Prêmio Multishow 2016 (Maria da Vila Matilde). Na imprensa internacional, o álbum faturou os prêmios The Guardian 5/5 estrelas, Songlines 5/5 estrelas, Financial Times 4/5 estrelas, Mojo Maganize 4/5 estrelas – World Album of the Month, The Sunday Times – Magnificent, The Arts Desk – A monumentally great album. Além da enxurrada de prêmios, Elza Soares é trilha da surpreendente série 3%, da Netflix com a música Mulher do Fim do Mundo.

Em 2016, com o lançamento do disco no exterior, a cantora arrebatou outras façanhas, além de uma turnê internacional pela Europa passando por Berlim, Utrecht, Londres, Aveiro, Porto e Lisboa, sempre com lotação máxima nos templos da música onde se apresentou. Recebeu resenhas entusiasmadas nos respeitados The Guardian e Pitchfork. Para coroar o exuberante resultado, a artista ganhou também o Grammy Latino 2016 por Melhor Álbum de Música Popular. O fim de 2016 trouxe mais listas e resultados surpreendentes para o trabalho. A Mulher do Fim do Mundo foi citado como “um dos 10 melhores discos do ano” pelo The New York Times, eleito “o melhor álbum de 2016” na Ípsilon, pelo público de Portugal, enquanto o Pitchfork o pontuou como “o 32º melhor álbum de 2016”. Para 2017, Elza Soares já tem o seu retorno à Europa garantido: ela sobe ao palco do prestigiado festival Primavera Sound, em Barcelona, e ganha a América levando seu espetáculo ao festival NY Summerstage em agosto. Antes, contudo, a diva da música nacional abre os trabalhos do ano no Brasil e sobe aos principais palcos do país do Oiapoque ao Chuí.

FOTOS DE DIVULGACAO - A MULHER DO FIM DO MUNDO ALTA 2

Eleita em 2000 como a Melhor Cantora do Milênio pela BBC, de Londres, e do alto das suas seis décadas de carreira, Elza Soares vive atualmente a apoteose de uma vida dedicada à música e leva aos palcos uma ópera emocional que retrata as mazelas da sociedade, instigando o espectador à reflexão sobre a condição do indivíduo em uma sociedade violenta. Com direção geral de Guilherme Kastrup, que também assina a produção do disco, o espetáculo traz a cantora sentada em um trono metálico em meio a um cenário cercado por mil sacos plásticos de lixo, na concepção de Anna Turra, que assina o cenário, a luz e as projeções. Elza contracena com uma banda composta por Kiko Dinucci, Marcelo Cabral, Rodrigo Campos, Guilherme Kastrup e DaLua. O repertório traz músicas do álbum A Mulher do Fim do Mundo, como a faixa-título, Coração do Mar, Firmeza?!, Benedita e Maria da Vila Matilde, além de incluir sucessos da carreira de Elza, entre eles Malandro, A Carne e Volta por Cima.

Serviço
Elza Soares em Florianópolis
Quando: Dia 20 de agosto, domingo, às 20h
Onde: Centro de Cultura e Eventos da UFSC
Ingressos: Loja e site Blueticket
Produção: Orth Produções