Bon Jovi, Dire Straits, The Moody Blues, The Cars e Nina Simone foram os homenageados deste ano

Aconteceu neste final de semana, em Cleveland, nos Estados Unidos, a cerimônia anual de indução ao Hall da Fama do Rock – neste ano, os homenageados foram Bon Jovi, Dire Straits, The Moody Blues, The Cars e Nina Simone. Além deles, a cantora e compositora Sister Rosetta Tharpe também foi lembrada, na categoria Early Influence, por sua mistura de letras gospel e música country, que fez sucesso nos anos 1930 e 1940. A cerimônia de indução contou com a presença de diversos convidados, que prestaram tributo aos homenageados com performances e discursos.

Bon Jovi

Um dos premiados que marcou presença foi o Bon Jovi – reunido pela primeira vez desde 2013 com o guitarrista Richie Sambora, e desde 2001 com o baixista Alec John Such. “Vocês sabem onde estão?”, perguntou o vocalista Jon Bon Jovi ao subir ao palco. “Vocês estão em um show do Bon Jovi. Agora, levantem-se de seus assentos.” A apresentação da banda incluiu sucessos da carreira como Livin’ on a Prayer, It’s My Life e You Give Love a Bad Name.

O The Cars também compareceu, voltando aos seus hits da era new wave com You Might Think (faixa de 1984), Moving in Stereo (1978) e Just What I Needed (1978), primeiro sucesso dos músicos. Scott Shriner, do Weezer, tocou baixo no lugar de Benjamin Orr, co-fundador do The Cars, que morreu em 2000.

Lauryn Hill e Andra Day prestaram tributo a Nina Simone, com um medley que incluiu I Wish I Knew How It Would Feel to Be Free, I Put a Spell on You e Feeling Good – cantadas por Day -, além de Ne Me Quitte Pas, Black Is The Color of My True Love’s Hair e Feelin Good – estas, apresentadas por Hill:

O The Killers homenageou Tom Petty and the Heartbreakers, tocando um cover de American Girl, encerrado com um curto trecho de Free Fallin – há muito tempo o grupo cita Petty como uma de suas maiores inspirações:

Outro homenageado foi Chris Cornell, vocalista do Soundgarden e do Audioslave, que morreu no ano passado, aos 52 anos: Ann Wilson, do Heart, e Jerry Cantrell, guitarrista do Alice in Chains, apresentaram Black Hole Sun, faixa de 1994 que se tornou o maior sucesso da carreira do Soundgarden. Wilson, que apresentou a indução do The Moody Blues ao Hall da Fama, já havia prestado tributo a Cornell no ano passado, apresentando a mesma canção no programa de Jimmy Kimmel.

A responsável pelo prêmio Early Influence foi Brittany Howard, vocalista do Alabama Shakes, que cantou That’s All e Strange Things Happening Every Day, de Sister Rosetta Tharpe – antes da performance, um videoclipe apresentou um pouco da obra de Tharpe à plateia:

Anualmente, cinco bandas ou artistas são escolhidos por votação popular para passar a integrar o Hall da Fama do Rock – para ser indicado, o grupo ou artista deve ter lançado seu trabalho de estreia há pelo menos 25 anos.