A novidade será precedida por uma exposição, marcada para setembro

O Hall da Fama do Rock and Roll não é apenas a cerimônia anual que, todo ano, seleciona bandas e artistas para ser homenageados e passar a fazer parte da lista de nomeados: a sede física do Hall da Fama é um museu, localizado na cidade de Cleveland, nos Estados Unidos – entre seus itens, estão relíquias do mundo da música, como luvas que já fizeram parte do figurino de Iggy Pop, ou uma guitarra que pertenceu a Kurt Cobain. Agora, o museu resolveu expandir suas atividades – e abrir uma filial no Japão.

A construção de uma filial permanente em Tóquio será precedida por uma exposição, agendada para setembro. “O Japão é o segundo maior mercado do mundo da música, o que o torna o lugar perfeito para receber a primeira expansão internacional do Hall da Fama do Rock and Roll”, comentou Greg Harris, presidente e CEO da instituição.

O museu original abriu em 1995 e recebeu, até hoje, cerca de 10 milhões de visitantes.