Na última semana, o ex-Oasis também fez seu próprio “show de abertura”

Paul Simonon, ex-baixista do The Clash, comemorou seu aniversário no último final de semana, com uma lista e tanto de convidados especiais: entre eles, Chrissie Hynde, do Pretenders; Zak Starkey, filho de Ringo Starr; e Noel Gallagher e Damon Albarn – que, nos anos 1990, representando, respectivamente, o Oasis e o Blur, protagonizaram a briga pela coroa de reis do britpop. Mas os dois músicos se uniram para cantar – e roubaram a cena interpretando canções do The Clash, como Brand New Cadillac e I Fought The Law; do Gorillaz e do The Good, The Bad & The Queen (estas duas últimas, ambas projetos paralelos de Albarn). Veja um trecho abaixo:

Noel está atualmente em turnê com sua High Flying Birds – e, na última semana, foi acompanhado duas vezes por Gem Archer, ex-guitarrista do Oasis. Foi a primeira vez em que os dois músicos dividiram o palco, desde o fim da banda. O show de quinta-feira, aliás, um dos que contou com a participação de Archer, foi aberto de forma um tanto inusitada – pelo próprio Noel, que, digamos assim, resolveu fazer seu próprio show de abertura. “Obrigado terem vindo mais cedo”, disse à plateia. “Só estou fazendo esta apresentação porque não conseguimos encontrar uma banda de apoio que fosse boa pra caralho. Meu empresário propôs que eu mesmo fizesse o show de abertura e tocasse por quatro horas. Gostei porque assim eu receberei o dobro do que recebo normalmente.” O primeiro show, com uma vibe mais acústica, durou 40 minutos. Meia hora depois, o ex-Oasis estava de volta ao palco, agora para o show principal.

imagem