The Book Of Souls já está em pré-venda no Brasil

The Book Of Souls, o esperado novo álbum do Iron Maiden, já está em pré-venda no Brasil. O disco é o 16º de inéditas da banda, mas o primeiro em formato duplo – e chega ao nosso país no dia 5 de setembro, um dia após o lançamento mundial. Para já adquirir sua cópia, você pode visitar o site da Saraiva online – ou então, se preferir as versões deluxe importadas, comprar através da Amazon UK, aqui (dois CDs, acompanhados de um livro de capa dura) e aqui (três LPs). Speed Of Light, primeiro single do trabalho, sai no dia 14 de agosto. A tracklist completa você confere abaixo:

Disco 1

If Eternity Should Fail
Speed Of Light
The Great Unknown
The Red And The Black
When The River Runs Deep
The Book Of Souls

Disco 2

Death Or Glory
Shadows Of The Valley
Tears Of A Clown
The Man Of Sorrows
Empire Of The Clouds

Para quem se interessa por curiosidades, a revista britânica Metal Hammer fez neste mês uma entrevista com o historiador Simon Martin – que trabalhou com o Iron Maiden na concepção de arte de The Book Of Souls, inspirada na cultura maia. O papel de Martin foi justamente garantir que todos os aspectos representados no disco – como a antiga língua maia, por exemplo – sejam historicamente coerentes. Com mais de 30 anos de pesquisas na área, o historiador traduziu todos os títulos das músicas para os hieróglifos do antigo povo da América Central. “Eu sou praticamente a única pessoa na Grã-Bretanha que faz isso, então eles não tiveram muita escolha”, brincou Martin durante a entrevista. “Eu me reuni com os representantes do Maiden e eles conversaram um pouco comigo sobre o conceito. Eles não queriam que fosse qualquer bobagem: eles queriam que fosse real, e foi por isso que vieram até mim.” Ele explica: “Muitas das palavras que compõem os títulos das músicas não aparecem no sistema hieroglífico existente. São cerca de 500 sinais no sistema e apenas cerca de 150 delas são sílabas… O resto deles são palavras inteiras – por exemplo, a palavra ‘nuvens’ aparece em uma das novas músicas do Maiden, e ‘nuvem’ poderia ser um sinal que retrata a palavra inteira, mas para a maioria dos títulos eu tive que usar sinais fonéticos para criar as palavras. O que eu fiz foi basicamente traduzir os títulos em espanhol e depois para a língua maia, então acabamos com a gramática correta e uma tradução adequada para o maia, que poderia então ser transformada em hieróglifos.”

facebook

The Books Of Souls, porém, não é um álbum conceitual, já que não há um tema central ou uma linha narrativa ligando todas as músicas. O título não tem origem exata na cultura maia, mas, segundo Martin, a preocupação com o espírito humano e seu destino era frequente entre este povo. “Eles acreditavam que as pessoas faziam uma longa viagem por toda a superfície da Terra até chegar ao submundo, onde então enfrentariam os deuses em batalha, antes que sua alma deixasse a Terra e fosse para o céu”, explica o historiador. “Então, como título, é bastante apropriado para a cultura maia – mas a coisa toda é muito Iron Maiden também.”