O filme de Stewart Copeland oferece uma visão única e privilegiada sobre a ascensão da lendária banda The Police com os companheiros Sting e Andy Summers.

“Everyone Stares” conta uma história única, sob o olhar do baterista Stewart Copeland, de como o trio e sua mistura incomum de power pop e reggae levaram sua “pequena banda” da obscuridade, em Londres, ao estrelato internacional. O trabalho oferece um panorama privilegiado dos shows com os parceiros, Sting e Andy Summers, e a reação dos fãs pelo mundo. “Everyone Stares” finalmente está saindo em DVD, Blu-ray e formato digital através da Eagle Vision, em 31 de maio.

Ao longo de dois anos, durante a jornada do The Police até o estrelato, no inverno de 1978, Stewart Copeland pegou uma câmera super 8 e começou a documentar a turnê da banda pelos EUA. O filme não é só sobre o extraordinário talento do trio, mas sobre camaradagem, trabalho duro e a eventual dominação mundial conquistada por uma banda independente.

Stewart Copeland disse em comunicado: “Em 1978, quando eu era membro de uma banda de rock chamada The Police, eu juntei dinheiro suficiente para comprar uma câmera. Assim que levantei os olhos e comecei a filmar, coisas incríveis começaram a acontecer. Foi como assistir a um filme se desenrolar enquanto a banda provocou um incêndio que iluminou o mundo para nós. “Everyone Stares” é exatamente esse registro”.

Com a narrativa de Copeland, o filme é pontuado por raras performances ao vivo e cenas de bastidores no estúdio durante as gravações de clássicos do Police. O material bônus inclui mais de 20 minutos de imagens extras e comentários de Andy Summers e Stewart Copeland.

 

Durante sua notável carreira, o The Police ganhou seis prêmios Grammy, dois Brit Awards e foi introduzido no ‘Rock and Roll Hall of Fame’ em 2003.

Durante sua carreira ‘pós-Police’, Stewart Copeland produziu trilhas sonoras de filmes e videogames e escreveu peças musicais para ópera, balé e orquestras. Ele é o ganhador do primeiro ‘Outstanding Music’ do ‘Hollywood Film Festival’ e do prêmio ‘Film Visionary Award’, além de ter sido nomeado “um dos maiores bateristas de todos os tempos” pela revista Rolling Stone em 2016.

 

 
Vídeos e fotos – divulgação.