O jovem músico de 21 anos de idade chamado Tamino está prestes a lançar seu primeiro EP no próximo mês e, mesmo antes disso, ele já causava burburinho pela web. Tudo por causa dessa voz que, para muitos, lembra um certo Jeff Buckley, além da beleza do rapaz. Com o primeiro single, “Habibi”, o jovem belga de origem egípcia atingiu em cheio a crítica, que teceu elogios rasgados à ele.

O nome foi ideia de sua mãe, obviamente em homenagem ao príncipe herói da ópera de Mozart “A Flauta Mágica”. Tamino começou como um típico roqueiro punk adolescente em bandas do ensino médio. Nascido em 1996 em Antuérpia, Tamino-Amir Moharam Fouad, tinha tudo para perseguir a música : sua mãe belga, canta e toca piano, seu pai egípcio, é um ex-cantor e seu avô não é outro senão Moharam Fouad, estrela de cinema e da canção popular egípcia na década de 1960.

O single de estreia ‘Habibi’ significa ‘meu amor’ ou ‘querida’ em árabe. No videoclipe especialmente produzido para divulgar a música no mercado internacional, o formato acústico vestiu perfeitamente a atmosfera que o cantor planejou para a canção.

 

Tamino revelou que especialmente os três anos no conservatório de Amsterdã claramente o encorajou a compor, não só inspirado na música clássica, árabe e africana ocidental, mas também pelo repertório de Serge Gainsbourg, Nick Cave e Jeff Buckley.

A releitura de “I Bet You Look Good On The Dancefloor” do Arctic Monkeys é íntima e comovente. A voz é o brilho. Há uma riqueza e um peso que parece imerso na cultura de sua herança egípcia, uma solenidade e intensidade que desmentem sua idade e um alcance vocal surpreendente.

 

 
Vídeos e fotos – divulgação.