Roger Waters compartilhou um novo vídeo essa semana chamado “Supremacy”. Trata-se de uma resposta à decisão de Trump em dezembro para reconhecer formalmente Jerusalém como a capital de Israel, e assim mover a embaixada dos EUA de Tel Aviv para a recém-proclamada capital. A “supremacia” apresenta Waters recitando ‘o penúltimo discurso do índio vermelho para o homem branco’, um poema do poeta palestino Mahmoud Darwish sobre a música do grupo palestino Trio Joubran.

“O poema ‘Supremacy’ narra o último discurso do nativo americano para o homem branco, mas fala também à amada Palestina de Darwish e aos seus povos indígenas”, afirmou Waters.

“Nós honramos as lutas dos povos indígenas em todo o mundo e, através de nossa arte, afirmamos que a relação entre pessoas, cultura e sua pátria sobrevive à história”, disseram os membros do Trio Joubran em um comunicado.

 

Waters tem sido muito importante em relação ao apoio à Palestina, estimulando artistas como Nick Cave, Chemical Brothers e Radiohead a não se apresentarem em Israel ao lado do movimento de ‘Boicote, Desinvestimento e Sanções’ liderado por palestinos. Em janeiro, ele se juntou a mais de 100 músicos para apoiar o cancelamento do show de Lorde em Tel Aviv.

No álbum solo mais recente de Roger Waters, “Is This The Life We Really Want?”, lançado em junho do ano passado, o músico já tinha comentado que grande parte da inspiração veio de sua antipatia pelo governo Trump e completou dizendo à imprensa em comunicado que as 12 faixas trariam “comentários sobre o mundo moderno em tempos incertos”.

A canção “Wait for Her” teve sua estreia na itapema na mesma semana de lançamento do álbum.

 

 
Vídeos e foto – Divulgação.