Ele já passou por todos os dissabores possíveis para um astro da música. Ícone oitentista, Boy George viveu a sua era de ouro no grupo Culture Club e foi um dos primeiros artistas da música a ter a sexualidade exposta. Depois de deixar os problemas pessoais e alguns quilos extras para trás, ele provou que apesar de tudo, o que importa mesmo é o talento. E isso, meus senhores, ele tem de sobra. O mais recente trabalho solo do artista, o álbum “This Is What I Do” (2013), em destaque hoje na itapema, marcou o retorno do músico, que agora prepara um novo trabalho ao lado dos parceiros de longa data.

Foto : divulgação

Foto : divulgação

No início dos anos 1980, em Londres, o jovem George Alan O’Dowd era conhecido nos clubes noturnos como um guru do estilo e um “rosto” altamente comercializável. Ele brilhantemente se casou com a música, a moda, as pistas de dança e com aquela voz encantadora, esperou o momento certo. Quando começou no Culture Club, era a época da ascensão do glam rock, reggae, punk e música eletrônica, o auge dos anos 1980.

O novo George, atualmente com 55 anos, largou todos os seus vícios e agora produz seu próprio pão sem glúten. Com o mesmo brilho malicioso naqueles olhos verdes famosos, o rosto da fragrância Dior Homme, George é um homem diferente da superestrela andrógina que explodiu na cena musical em 1982 com o álbum “Kissing To Be Clever” da Culture Club e o superhit “Do You Really Want to Hurt Me”. Essa música emergente atingiu o número 1 em 16 países e lançou o grupo como um fenômeno da cultura pop, um ícone de reflexão de gênero dos anos oitenta, chamando a atenção não apenas para as músicas cativantes e a refrescante voz de George, mas também para o abraço alegre de ser diferente.

Foto : divulgação

Foto : divulgação

Mas com a fama e a diversão vieram alguns anos sombrios, incluindo o vício em heroína e algumas prisões publicadas pela imprensa. Oito anos depois, George está em um ótimo lugar. Com a nova vida saudável vem uma nova perspectiva. Ele declarou reunir-se recentemente com a Culture Club e como tudo é mais fácil agora : “meio álbum” já está gravado com a banda e estão escrevendo novas músicas para terminar o trabalho.

 

George está aproveitando seu tempo no The Voice, ainda mora em Londres, mas viaja constantemente para Los Angeles. Dividido entre diversas atividades, o músico ainda afirmou que também está produzindo um novo álbum e que planeja visitar a Austrália ainda este ano para lançar o novo disco solo.

A faixa “Play Me”, destaque de hoje na programação da itapema, é um dos melhores momentos de “This Is What I Do” (2013), o mais recente álbum do artista.

 

Video : divulgação