Uma das músicas mais icônicas dos anos oitenta acaba de ganhar uma versão especial. “True Colors” é uma canção lançada por Cyndi Lauper, faixa título do segundo álbum solo de estúdio, de 1986. Postada hoje nas redes sociais pela prórpia Cyndi, a releitura do coral Tonality, que chamou nossa atenção, ganhou elogios da própria cantora e compositora. A releitura conta com os arranjos de Saunder Choi e os solos de Mario Jose e Julia Harriman.

“Amando essa linda versão de ‘True Colors’ do muito positivo e talentoso Tonality. Que vozes lindas”. Disse Lauper nas redes sociais.

 

O single “True Colors” chegou ao #1 da Billboard, com vendas superiores a 1 milhão de cópias, foi a segunda música da cantora a alcançar tal feito na parada (Billboard Hot 100), sucessora de outra também de muito sucesso, “Time After Time”.

Billy Steinberg escreveu originalmente “True Colors” sobre a sua própria mãe. O músico Tom Kelly alterou o primeiro verso e a dupla apresentou a canção para Cyndi Lauper no piano com um clima de Balada gospel. Steinberg disse em entrevista que “Cyndi achou o arranjo tradicional e logo veio com algo que era mais excitante e cru”.

TC002

O video clipe original da música foi exibido com exaustão na MTV, e a faixa tocada em centenas de rádios pelo Brasil e no mundo. O álbum vendeu 9 milhões de cópias no mundo, 2 milhões nos Estados Unidos e 250 mil no Brasil. Cyndi Lauper foi eleita por uma enquete da revista NME a quinta melhor artista de todos os tempos, ficando na frente de Elton John, ABBA e Prince.

 

“True Colors” já ganhou diversas versões pelo mundo, interpretada por artistas como Phil Collins, o elenco do seriado Glee e até Justin Timberlake. Na itapema, a música é destaque nos vocais de Jill Scott e Fredo Starr (trilha do filme “No Balanço do Amor”).

 

 
Fotos e Videos : Cyndi Lauper e Tonality – Divulgação.