Guarde bem esse nome! Não é um artista, mas uma dupla da Filadélfia formada pelo produtor Jeremy Lloyd e a vocalista Samantha Gongol.
Eles misturam música eletrônica com influências do Jazz e com duas marcas registradas: a forte presença do Sax e a incrível voz de Samantha.
Até agora foram dois discos lançados. O mais recente, se chama “Sway”.

Mh04

Depois de se conhecerem na “Haverford High School” no segundo grau, Jeremy Lloyd estudou música e teatro na Universidade de Yale, e Samantha Gongol partiu pra Nova Iorque. Mas o destino os queria juntos. “Whisky”, a primeira música produzida por Marian Hill, descreve uma mulher no controle de sua própria sexualidade. No novo trabalho vieram as canções “One Time” e “Got It” que lançaram de vez seu nome no cenário musical.


A dupla aposta na mistura de blues, jazz, bases de Hip-Hop, baixo pesado e vocais delicados. Atualmente, Marian Hill apresenta ao mundo suas nove faixas do celebrado pela crítica “Sway” – que conquista cada vez mais fãs – se tornando uma das grandes apostas para 2015.

mh02

No começo do ano, eles se apresentaram no festival “SXSW”.
O show da dupla americana foi considerado, de longe, o mais impressionante. A vocalista, além de uma voz linda, se destaca pela presença de palco e seu parceiro – experiente e preciso nos sintetizadores – tem uma sensibilidade espetacular.

O terceiro elemento do duo, o saxofonista Steve Davit, que os acompanha nos shows, rouba a cena completamente, revezando sua participação entre o baixo e saxofone de maneira impecável.

Marian Hill at Haverford Middle School in Havertown, PA on January 25, 2014.

Correm boatos de que selos como “Sub Pop” e “DFA Records” já estão atrás deles. Com onze shows feitos no festival de Austin, público não vai faltar.

Recentemente eles foram convidados pela revista “Rolling Stone” para realizar a gravação para a série “Sperry Sessions Series of Live Performances”. Confira os videos.